leave in

Quando comecei a pintar o cabelo, logo comecei a sentir as consequências nas madeixas: cabelo ressecado, quebradiço, pontas duplas, frizz… Acabei aprendendo que o leave-in pode ser o melhor amigo dos cabelos ressecados e maltratados.

Além do shampoo para cabelos coloridos, sempre uso condicionadores e máscaras hidratantes, reconstrutoras e nutritivas pra ajudar os fios a se recuperarem. Nem sempre os produtos dentro do box têm o efeito imediato e esperado. É preciso paciência e uso contínuo, haha. E foi com os leave-ins que realmente senti a diferença!

Encontrei três leave-ins excelentes na minha jornada e resolvi compartilhar com vocês, porque os 3 são excelentes! Então o post de hoje é uma resenha tripla, haha. Cada um deles tem uma função diferente, então eu revezo entre os três, conforme a necessidade.

leave in acquaflora

O hidratante sem enxágue Piscina, Sol e Mar da Acquaflora foi um dos primeiros que comprei. Já falei desse leave-in da Acquaflora aqui e ele definitivamente salvou meu cabelo recém-ruivo no mar. A maciez que o cabelo fica mesmo quando você sai da água é fora do normal! Gosto muito de usá-lo quando sei que vou tomar sol, para proteção extra. Essa linha da Acquaflora é indispensável para o verão, mas eu adoro usar no inverno porque o cheirinho de coco é viciante!

A textura desse hidrantante sem enxágue é bastante densa e precisa ser bastante massageado no cabelo. Também não precisa de muito produto, senão corre o risco de ficar pesado. Geralmente eu o uso quando quero deixar o cabelo secar naturalmente.

leave in lanza

Esse leave-in chamado “Magic Bullet” compõe a linha Healing Color Care da L’Anza, que é uma linha maravilhosa de proteção da cor. Ele deixa o cabelo bastante hidratado e eu gosto do fato de ele ser líquido e ter embalagem spray, porque é mais prático de passar e de espalhar no cabelo. Também é ótimo porque tem proteção do calor, então costumo passar antes de secar com secador ou passar chapinha. 

Também já falei dele aqui e sou doida com o cheirinho de maçã verde que ele tem. Ele é essencial para proteger a cor do cabelo e não deixar que desbote tão rapidamente – como acontece com o ruivo, por exemplo!

santini leave in

O leave-in Plástica Capilar da Santini foi uma feliz coincidência que encontrei na minha nova jornada de cabelo descolorido (veja aqui um post sobre meu novo cabelo). Eu sabia que precisaria de um leave-in mais potente e estava na loja vendo alguns famosos, com o da Revlon – que além de ser caro, não é cruelty-free – então a vendedora me sugeriu esse leave-in que estava na promoção (paguei R$29,90).

Ele não é apenas hidratante, mas é fortificante e com certeza tem feito toda a diferença quando eu saio do chuveiro. Nos primeiros dias, meu cabelo estava elástico quando molhado, mas agora ele está forte e bem protegido. Apesar de ter aplicado Dekap Color, descolorido três vezes – cada procedimento – ter pintado e passado tonalizante e usar produtos que ressecam o cabelo, como violeta genciana e shampoo roxo, não estou com pontas duplas e nenhum dano visível.

Tenho usado mais o leave-in da Santini do que o da L’Anza para secar o cabelo porque sinto que ele é mais potente com ferramentas de calor. Tem sido o meu preferido, definitivamente.

Juntando esses produtos sem enxágue com todos os outros (shampoo, condicionador e máscaras bons), meu cabelo tem se mantido bastante saudável, mas com certeza sem esses leave-ins não estariam do mesmo jeito. Espero que gostem da dica, vale a pena investir nesses produtinhos!

E o melhor: as três marcas citadas não fazem teste em animais.