Recentemente fiquei sabendo pelas redes sociais que blogueiras receberam protetores diários de uma marca para um desafio de usá-los por 21 dias, no intervalo entre as menstruações de um mês pro outro.

Como mulher, escritora na internet, que tem um canal no YouTube e que tem um extremo espírito pesquisador, não pude me ver parada diante da situação. Pessoas públicas têm influência em outras – não digo eu, mas as meninas que receberam os protetores diários, haha! – e em questão de saúde, a gente não pode vacilar.

Todas as ginecologistas que já consultei e mais um tanto que achei facilmente pesquisando sobre o assunto no Google, são contra o abafamento desnecessário da região íntima feminina. Já viram quantos deles recomendam que a gente durma sem calcinha? E usar apenas calcinhas de algodão, nada de tecido sintético. A questão é: protetor diário, só em caso de necessidade (primeiro/último dia da menstruação ou incontinência urinária leve).

Mas não é apenas isso: existe toda uma indústria do “asseamento feminino”  – vamos dizer assim – que aproveita das nossas inseguranças com o nosso corpo, e é disso que eu queria falar! Chamei uma das minhas melhores amigas – com vocês, Sofia! – para um papo aberto sobre saúde feminina e por que é ruim usar protetores diários. Nessa linha de pensamento, problematizamos também o uso de absorventes externos e internos, o grande potencial de gerar lixo com tudo isso – o planeta chora! 🙁 – e aproveitamos para emendar um papo sobre o coletor menstrual, pois a Sofia é adepta do Inciclo!

Esse assunto não é nada simples, mas precisamos conversar sobre ele. O legal é poder falar abertamente, porque todo mundo tem que lidar com o próprio corpo, e a melhor forma de aprender e ensinar é falando sobre isso de uma forma honesta. O vídeo ficou com 18 minutos – tem 1 minuto de erros e extras no final – mas a gente falou por uns 35 minutos e tenho certeza que se pudéssemos, teríamos falado mais, porque temos muito o que discutir! Foi difícil editar, viu…

Mas eu fiquei feliz com o resultado final do nosso vídeo, espero que possa clarear a opinião de alguém, auxiliar na hora de tomar decisões do que comprar para a sua higiene íntima, enfim…

É importante para mim saber a opinião de vocês, então comentem para podermos discutir mais e melhor! Queria escrever menos aqui no blog sobre o assunto, já que o vídeo ficou compridinho, mas não consegui hahaha.

Inscreva-se no canal do YouTube para receber as novidades! Ah, e se clicar para assistir direto lá no YouTube, eu separei os assuntos por cada minuto, como sempre faço com vídeos mais compridos.