Há algum tempo, publiquei um post sobre como fazer sushi lactovegetariano por aqui. Eu ainda comia queijos e outros produtos animais, mas como sabem, isso mudou no início de 2016. Ontem no dia das Mães, fizemos um sushi vegano inspirado em um restaurante aqui em Brasília, o Sushi San, que vocês viram no jantar do meu vlog #5 de “o que eu comi hoje“.

A parte mais legal de fazer sushi é que a gente pode inventar o tanto que quiser. Vou explicar como fizemos alguns detalhes do almoço e os ingredientes que usamos, mas o legal é soltar a imaginação! Ah, e colocar a mão na massa, porque dá um trabalhinho básico.

O que usamos (“materiais”):

  • O “básico”: Arroz japonês cateto (grão curto), alga para sushi, vinagre (tempero para sushi – ou vinagre de arroz)
  • Verduras e legumes: Brócolis, cenoura, pepino japonês
  • Cogumelos shimeji, shitake e paris
  • Para “sashimis“: tofu firme e manga
  • Para temperar e enfeitar: Shoyu, missô, wasabi (raiz forte) cheiro verde (salsa e cebolinha), chutney de manga, gergelim preto, quinoa

Como fazer:

O que dá mais trabalho aqui é a habilidade manual de picar toda a comida e deixá-la própria para o sushi.

Comece pelo arroz. Para preparar, basta cozinhá-lo numa panela cobrindo-o com o dobro de água do volume do arroz. Acrescente um pouco de sal e cozinhe por 15 minutos em fogo alto. Abaixe o fogo e quando a água estiver secando, tampe a panela e desligue. Deixe descansar por cerca de meia hora. Quando for utilizar o arroz para o sushi, pegue porções da panela e acrescente o vinagre (1 colher de sopa para cada 3 colheres de arroz).

Enquanto o arroz cozinha, corte o brócolis em pedaços pequenos, com o cabo, para “amarrá-lo” com a alga aos bolinhos que você fará com o arroz. Cozinhe o brócolis no vapor e deixe esfriar. Corte a cenoura em pedaços finos para o recheio do sushi e rale em formato de “cabelo de anjo” para enfeitar os pratos. Corte o pepino janonês fino para o recheio do sushi e pedaços grandes na transversal para substituir a alga em outros sushis. Veja as imagens para entender melhor sobre a cenoura e o pepino, hehe!

Corte os cogumelos no tamanho e formato que desejar para o recheio dos sushis, e também em cubinhos para cobrir os bolinhos de arroz cercados pelo pepino (veja as imagens novamente). O tofu foi cortado em pedaços grandes e fininhos para o recheio do sushi e em pedaços quadrados e também finos para “sashimi”. A manga também foi cortada em pedaços finos e grandes para “sashimi”.

O shoyu e o wasabi são obrigatórios para servir comida japonesa, não podem faltar. Compramos um chutney de manga pronto da marca Queensberry e achamos delicioso. Utilizamos o gergelim preto e a quinoa (crua) para enfeitar alguns dos sushis e deixá-los mais “crocantes”.

Se desejar, sirva também misoshiru, uma sopa de missô, mas deixe para fazê-la por último. Para cada 3 xícaras de água, adicione 2 colheres de missô. Ferva a água, dissolva o missô e sirva com cubinhos de tofu e cebolinha para saborear. Como é um prato quente, é interessante deixá-lo para fazer por último para não esfriar.

Dica para fazer o sushi: é necessário usar uma esteirinha para colocar a alga e espalhar o arroz, para enrolar adequadamente. Depois de temperar o arroz com o vinagre, coloque-o na alga com uma espátula de madeira e espalhe bem, deixando uma pequena faixa na alga livre, para prender o sushi. Use os ingredientes cortados compridos e fininhos para o recheio, posicionando-os no meio da alga. Enrole a primeira parte e certifique-se de que o sushi está firme. Enrole o resto e passe um pouco do vinagre na parte da alga sem arroz para que ela grude na outra parte.

sushi vegano ideias

misoshiru com sushis vegano

Espero que curtam a dica e que soltem a criatividade, porque as opções são infinitas! Foi um almoço delicioso, divertido e variado.