Segunda-feira (02/03) chegou a minha VeggieBox de fevereiro, e como eu anunciei nesse post, eu estava ansiosa para recebê-la porque a proposta da caixa com produtos de beleza veganos e cruelty-free me atraiu muito.

IMG_0913

Então eu fiquei super feliz quando a caixinha chegou e resolvi compartilhar tudo o que veio nela e a minha opinião sincera sobre os produtos e sobre a caixa.

Vieram 4 produtos este mês:

  • gel dental da Cativa,
  • bolsinha da VeggieBox com 2 amostrinhas de creme hidratante da MBoah,
  • sombra iluminadora da BioArt e
  • trouxinha perfumadora de ambientes da Feito Brasil.

Depois da foto de cada um dos produtos, eu vou deixar a minha opinião sobre:

gel dental

Esse gel dental não é como uma pasta ou um creme dental que a gente normalmente usa. Ele é um gel mesmo e não gera muita espuma na boca, o que pode fazer você estranhar. Achei bem legal saber que tem uma pasta assim, orgânica, sem crueldade animal (pra quem interessar, a da marca Contente também é cruelty-free). Mas achei muito esquisito esse gel, não parece que você limpou os dentes quando termina de escovar (pode ser questão de costume, já que eu nunca havia usado gel dental antes). Também achei ele extremamente amargo, o gosto é bem ruim. Eu sou uma pessoa com sensibilidade para o amargo, então foi palha pra mim hahaha

hidratante

IMG_0942

Os creminhos que vieram dentro da bolsinha são hidratantes para pele normal e não têm cheiro nenhum, na verdade se você abrir a capinha pra cheirar vai sentir um cheiro ruim e forte do plástico da embalagem. Ele tem a textura bem fluida. Não achei que tem um poder hidratante extraordinário… É normal. Mas achei legal descobrir no panfletinho da MBoah que eles têm produtos cruelty-free para cuidados com tatuagem.

IMG_0937

A sombra iluminadora da BioArt foi o meu produto preferido nessa caixa. Os produtos da BioArt são excelentes porque tratam a sua pele enquanto você se maquia (no caso das maquiagens, né, porque eles têm outros produtinhos também).

Ela é beeem bonita, tem um brilho maravilhoso que eu não consegui pegar nem no vídeo e nem nas fotos. Gostei muito e achei bem versátil. Acho que quando eu for usar vou misturar com água para dar um efeito mais dramático hehe

IMG_0924

E por último o item que eu achei meio impertinente nessa caixinha: uma trouxinha perfumada da Feito Brasil. Conheço a marca porque é vendida na Sephora, já comprei sabonentes, cremes e já dei de presente. Não gostei muito do cheiro, é bem doce, e francamente não entendi por que mandaram essa trouxinha se ela não é nem de longe um produto de beleza.

Vejam meu vídeo sobre a Veggie Box:

https://www.youtube.com/watch?v=MeWhgv-B0Yg

Eu estava bem empolgada antes de receber a caixinha da VeggieBox, mas sinceramente depois dessa caixa eu decidi cancelar a minha assinatura. Eu considero que essas caixinhas não são exatamente o melhor negócio para o cliente, visto que a gente paga caro e eles mandam amostras, poucos produtos… Mas eu queria conhecer a caixa e valorizar produtos livres de crueldade e veganos, então resolvi pagar um mês para ver.

A caixa me decepcionou porque o único produto que considero realmente de beleza é a sombra da BioArt, e a VeggieBox se compromete a mandar de 4 a 7 produtos de beleza por mês (pode checar aqui no site deles). Pensei que ia receber coisas mais legaizinhas, notei também que repetiram a Feito Brasil do mês passado (em janeiro parece que veio um sabonete) e achei a caixa cara demais (paguei R$85) pelos produtos, visto que se eu comprasse todos separados (e considerando as amostras grátis), eu gastaria menos dinheiro.

Vi no Facebook que mês que vem a VeggieBox trará produtos da Lush na caixinha, mas decidi pegar os R$85 e gastar eu mesma no site da Lush Brasil, já que eu já conheço a marca e posso confiar melhor do que esperar mais “surpresas” como essas da caixa de fevereiro.

Na minha inocência quando fiz o post anterior sobre a minha ansiedade, achava que essa caixinha era a única a oferecer produtos cruelty-free no mercado, mas descobri a Ritual Box da Sublime Rituais, que inclusive mandou a sombra da BioArt em dezembro na caixinha, conforme vi em dois blogs diferentes. Acho que a VeggieBox precisa ser mais criativa…

Se você também recebeu a VeggieBox de fevereiro, me conta o que achou! E quem não recebeu, assinaria?

Beijos!